o Agora, o Antes: uma síntese do acervo do MAC USP

Por Nelson Neto

 

 

 

 

A exposição o Agora, o Antes: uma síntese do acervo do MAC USP apresenta uma revisão crítica dos gêneros tradicionais da arte (alegoria, retrato, paisagem e natureza-morta) e toma como partido a convivência em um mesmo espaço de objetos ou registros de ações originados em tempos e lugares distintos. Entre as 85 obras da mostra estão grandes nomes do acervo como Amedeo Modigliani, Pablo Picasso, Tarsila do Amaral, Henri Matisse, Giorgio De Chirico e Anita Malfatti.

IMG_4408Grandes obras, de artistas renomados, quandos juntas em um mesmo ambiente, independente de seus gêneros ou oque representam, criam uma atmosfera prazerosa e inspiradora. Diante de quadros conhecidos e adorados por sua estética, como, por exemplo, “A Negra” de Tarsila do Amaral (imagem á esquerda), ficamos estasiados. São formas, cores, tons, luzes, dimensões, enfim. Uma variedade de aspectos explorados pelo artista à serem observados com bastante atenção.

Todas as obras desta exposição, sendo elas propriedade do MAC USP, foram pensadamento expostas no sétimo andar do prédio, ocupando todo o espaço e levando seu visitante a um tour por tudo aquilo que conhecemos por “esteticismo”. A variedade de tipos de arte é grande. São telas, esculturas, objetos, cenários e uma série de outros itens a disposição.

IMG_4429IMG_4431No âmbito das pinturas, a exposição é rica e diversificada, apresentando telas feitas com os mais variados materiais. Além disso, o visitante viaja por uma imensidão de texturizações. Durante a visita, é indispensável que se disponha um tempo especial de observação para algumas obras, como: “Cristo”, de Alfredo Volpi; “Figuras sobre uma Escultura”, de Joaquín Torres García; “Catedral”, de René Portocarreto; “Figuras”, de Pablo Picasso. Indispensa-se também que o visitante deixe de comparar duas visões distintas sobre a temática da natureza-morta, sendo possível a comparação entre as obras, de mesmo nome, de Henri Matisse e Georges Braque (imagens á direita).

 IMG_4404Algumas esculturas complementam o ambiente da exposição, abrangendo a questão das formas. Um giro de 360º em torno das esculturas é aconselhado para que se possa explorar a peça por completo, observando-a. Existem peças em tamanho pequeno e peças em tamanho grande, assim sendo possível que o visitante evidencie a mão-de-obra do artista em trabalhos distintos. Destaque para algumas peças como: “Graça II”, de Victor Brecheret (imagem á esquerda); “O Brasileiro”, de Ernesto de Fiori”; “Formas Únicas da Continuidade no Espaço”, de Umberto Boccioni; “A Floresta”, de Germanie Richier.

 

IMG_4394

Um dos locais mais bacanas da exposição é a série “Documents”, de Thiago Honório (imagem á direita). Uma grande mesa, ao centro de um conjunto, onde estão expostas vários objetos cortantes de séculos passados. São peças das mais variadas épocas (variam dos séculos XVIII ao XXI), que apresentam as mais diferentes formas e utilidades. São objetos recolhidos em mercados, feiras e vendas de garagens em Paris. Atenção visitante! Antes de sair observando cada objeto , não deixe de pegar um folheto explicativo que descreve cada objeto, logo ao lado da mesa.

IMG_4436Outra obra muito interessante em exposição (a que chamava mais a atenção!) é a “Estrutura Dissipativa/Balanço”, de Rommulo Vieira Conceição (imagem á esquerda). Trata-se de uma peça que se assemelha muito a um ambiente de casa. Em um só objeto, estão: Uma escada, uma mesa com gavetas, uma janela, uma parede de tijolos e um balanço. A obra chama a atenção não só por toda a sua estética em formas e montagem, mas também pelo uso de cores alegres e vivas.

Tadeu Chiarelli, diretor do MAC USP e curador da mostra, permitiu que elaboremos uma ampla visão, íntima e pessoal, sobre a estética e o quão importante é o uso de formas, cores, tons, luzes e tudo mais, na composição de uma obra. Outro ponto abordado pela exposição está quanto á consideração, por parte de cada autor, daquilo que lhe é tido como “arte”. Não deixem de conferir esta super exposição!

Quanto: Entrada grátis
Quando:
– Terça (Das 10h ás 21h)
– Quarta a Domingo (Das 10h ás 18h)
Onde: MAC-USP Ibirapuera (Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo)
Av. Pedro Álvares Cabral, 1301 – São Paulo/SP
Até quando: 30/12/2014
Links relacionados:
– http://www.mac.usp.br/mac/
– http://www.mac.usp.br/mac/EXPOSI%C7OES/2013/agora_antes/home.htm

Vídeo da exposição (gravado e editado pelo aluno)

 

Imagens aleatórias da Exposição (clique para ampliar)

IMG_4491 IMG_4468 IMG_4469 IMG_4480 IMG_4475 IMG_4474 IMG_4473 IMG_4472 IMG_4395 IMG_4438 IMG_4437 IMG_4436 IMG_4435

Obras e outras informações (clique para ampliar)

IMG_4388 IMG_4389

IMG_4390 IMG_4391

IMG_4392 IMG_4393

IMG_4396 IMG_4397

IMG_4399 IMG_4400

IMG_4406 IMG_4407

IMG_4408 IMG_4409

IMG_4410 IMG_4411

IMG_4416 IMG_4417

IMG_4431 IMG_4432

IMG_4429 IMG_4430

IMG_4442 IMG_4443

IMG_4459 IMG_4460

IMG_4456 IMG_4457

IMG_4463 IMG_4464

IMG_4461 IMG_4462

IMG_4476 IMG_4479

IMG_4448 IMG_4449

IMG_4450 IMG_4451 IMG_4452 IMG_4453 IMG_4454 IMG_4455

IMG_4446 IMG_4447

IMG_4440 IMG_4441

IMG_4426 IMG_4427

IMG_4422 IMG_4423 IMG_4424

IMG_4420 IMG_4421

IMG_4418 IMG_4419

IMG_4404 IMG_4405

IMG_4436 *Rommulo Vieira Conceição – Estrutura Dissipativa/Balanço, 2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s